Enviar seu CV diretamente para pessoas do RH de uma empresa pode não ser uma boa ideia

  • 3
ENVIAR SEU CV DIRETAMENTE PARA PESSOAS DO RH DE UMA EMPRESA PODE NÃO SER UMA BOA IDEIA

Enviar seu CV diretamente para pessoas do RH de uma empresa pode não ser uma boa ideia

ENVIAR SEU CV DIRETAMENTE PARA PESSOAS DO RH DE UMA EMPRESA PODE NÃO SER UMA BOA IDEIA

VOCÊS SABIAM QUE ENVIAR SEU CV DIRETAMENTE PARA PESSOAS DO RH DE UMA EMPRESA PODE NÃO SER UMA BOA IDEIA?? 😳😱

Pois é…. Calma que vou explicar o motivo e em quais situações isto não é uma boa ideia.

Quando você manda seu currículo para alguém do RH e essa pessoa está informada de que receberá seu CV e está esperando por ele, não há problema algum. Esse CV será lido e, se for o caso, você será convidado para algum processo seletivo.

Agora vem a situação delicada…. Quando você manda seu currículo, que preparou com todo carinho e cuidado, para alguém do RH que NÃO ESTÁ ESPERANDO RECEBÊ-LO, não sabe quem é você e pior quando você envia este mesmo currículo MAIS DE UMA VEZ POR MÊS E ATÉ MESMO MAIS DE UMA VEZ POR SEMANA (Sim, pessoal, isso acontece com muuuuuita frequência), quem o recebe pode simplesmente não dar a devida importância. Pior ainda quando você envia seu CV para alguém que trabalhe no RH, mas não é responsável pelo recrutamento e seleção.

Não, as pessoas do RH não são monstros insensíveis e malvados como está passando por sua cabeça agora. O que acontece de fato é que existem dezenas de candidatos fazendo isto também. Em ano de economia em recessão, vocês podem imaginar que essas dezenas aumentaram consideravelmente, né?

Então, os profissionais de RH ligados ao recrutamento e seleção em geral tem outras atribuições além de receber os currículos, analisar se estão de acordo com as vagas em aberto, marcar entrevistas, etc. E usam seus e-mail de trabalho para essas outras atividades. Quando eles começam a receber uma quantidade elevada de CV`s não solicitados junto com e-mails mais urgentes, seu CV pode nem ser visualizado e no pior dos casos, nem ser considerado para processos seletivos. Principalmente se você for um daqueles casos insistentes que enviam CV toda hora.

Como fazer, então?

👉 Certifique-se qual é o canal usado pela empresa para receber o CV e use!

👉 Muitas vezes existe um e-mail específico para receber currículos, então mande para lá.

👉 Muitas empresas investem um BOM DINHEIRO para ter sistemas de gestão de currículos e processos seletivos. Geralmente você descobre isso acessando o site da empresa e indo na link “trabalhe conosco” ou “cadastre aqui seu currículo”. Pode confiar, isso funciona mesmo!!!! É muito mais provável da empresa ler seu CV vindo desta maneira do que pelo e-mail de alguém do RH. Outra vantagem é que alguns destes sistemas também avisam para o candidato quando há vagas em aberto e ele pode escolher se quer ou não se candidatar àquele processo.

👉 Se for mandar para alguém do RH, certifique-se de que está mandado para quem cuida dos processos seletivos ou que esta pessoa irá repassar para quem cuida. Caso contrário você já pode imaginar para onde seu CV vai… Também certifique-se de que esta pessoa está esperando seu CV, ou por você ter entrado em contato antes avisando que enviaria o currículo ou caso você tenha algum contato dentro da empresa que avise a pessoa que receberá o CV.

👉 Seu currículo só deve ser enviado novamente para uma empresa quando houver atualizações significativas. Mesmo nos casos de enviar para o e-mail exclusivo de recebimento de CV`s. Não seja o “chato-insistente-desesperado”! As pessoas ficam desconfiadas com esse tipo de atitude.

🎁 Para finalizar, uma DICA BÔNUS!!! Não adicione profissionais de RH na sua rede de contatos do LinkedIn e em seguida simplesmente envie seu CV para o e-mail deles, sem estabelecimento de nenhum contato ou vínculo para se certificar de que eles estão abertos para receberem seu CV. Em muitos casos o e-mail cadastrado no LinkedIn é o pessoal (como no meu caso), é relativamente incomodo receber um e-mail com um currículo não solicitado (como é no meu caso) e a pessoa pode apagar seu CV, sem nem mesmo abrir o arquivo por medo de ser um virus (como também é meu caso). 😀

Espero que essas dicas possam te ajudar a ter mais facilidade de ser chamado para um processo seletivo.


3 Comments

Thyago da Silva Ribeiro

16/06/2016 at 12:22 pm

O texto é muito bom para entender o modus operandi, contudo não acredito que essa seja a melhor forma de se conduzir a situação. A tentativa e a insistência faz parte das pessoas que realmente desejam uma oportunidade de somar juntos aos profissionais daquela instituição. É sabido que, por vezes, aparecem oportunidades que sequer são divulgadas, independente dos motivos, e um currículo enviado nessas condições podem trazer uma solução, afinal nada nessa vida acontece à toa. Em meu networking, costumo trocar informações, ampliar rede, trocar metodologias de controle, procedimentos, e antes de descartar algo, costumo analisar para ver se poderia ser aplicado à minha realidade. Acredito que quanto mais boas informações eu tenha, melhor profissional me torno e uma boa base de dados para serem compilados se tendem à resultar em uma melhor informação para os interessados. No caso do recrutador, penso que quanto melhor for sua base de currículos profissionais, melhor compilação, maior probabilidade de sucesso na contratação.Descartar um CV pode significar um talento jogado fora de seu banco de currículos, que poderia servir para sua empresa ou mesmo para seu banco pessoal (pensando na possibilidade de trabalhar no futuro com consultoria na área, ou mesmo ajudar o próximo).

    Thaís Canto

    17/06/2016 at 12:38 pm

    Thyago, entendo sua colocação.
    Quando sai da primeira empresa para a segunda eu tinha os cvs catalogados e salvos num CD. Levei para o caso de precisar, mas logo percebi que acabava perdendo mais tempo contatando aqueles candidatos antigos do que divulgando a vaga e recebendo novos cvs. O que acontecia era que os cvs estavam desatualizados e muitos candidatos não se enquadrariam mais no perfil da vaga ou estavam em um novo emprego.
    Da segunda empresa em diante trabalhava com processos seletivos com grande volume de vagas, então a quantidade de cvs recebidos era absurdamente alta e percebi que é muito mais vantajoso ter os candidatos no meu LinkedIn, assim era mais fácil reencontrar as pessoas e verificar a experiência atualizada. 😉

Ricardo Leitão

16/06/2016 at 4:03 pm

Entendo que candidato só deva enviar seu CV para uma pessoa do RH caso a conheça, ou foi informado daquela pessoa que assim recebe, ou quando é solicitado o envio para uma vaga.Fora isso é perda de tempo.

Leave a Reply

Cadastre-se e receba dicas sobre carreira

Procure aqui