Pretensão Salarial: Você sabe o que responder?

  • 4
Pretensão salarial

Pretensão Salarial: Você sabe o que responder?

Pretensão salarial

Você está cadastrando o seu CV no site de uma empresa ou seguindo as instruções de como enviar por e-mail ou até mesmo durante uma entrevista de emprego, e num dado momento está lá a pergunta temida por muitos: Qual a sua pretensão salarial?

E agora!? Você sabe como responder esta pergunta da melhor maneira, sem correr o risco de desperdiçar a oportunidade que está concorrendo?

Para começar, vamos entender o motivo de muitas empresas perguntarem essa informação ao invés de apenas informar qual salário pagarão por aquela vaga.

A informação salarial é confidencial
Pode não parecer, já que muitos profissionais não veem problema em comentar sobre seu salário ou remuneração com os colegas, mas as empresas possuem a responsabilidade de manter sigilo sobre estas informações.

Caso divulgue uma vaga em aberto, ou seja, com o nome da empresa, cargo e salário, essa informação deixará de ser sigilosa tanto para os funcionários da empresa quanto para os concorrentes. E isso também é um ponto importante, as informações de salário e remuneração são estratégicas para uma empresa e nenhuma delas deseja que seus concorrentes saibam exatamente quanto pagam para seus funcionários.

Dito isto, agora você consegue entender que a pergunta sobre a pretensão salarial não é uma “brincadeira do tipo está quente ou está frio”.

Outra informação importante, é que algumas empresas trabalham com uma faixa de salário para uma determinada vaga e ao perguntar sobre a expectativa do candidato, ela poderá tentar se adequar a isto, caso o valor seja justo e não distorça a estrutura salarial já estabelecida dentro da empresa.

Qual a maneira mais adequada de informar a pretensão salarial?
Para começar, só entre neste assunto se for perguntado.

A mesma lógica vale para colocar esta informação no CV. Só coloque se empresa solicitar.

Caso chegue ao final da entrevista e você já sabe as informações mais importantes sobre a empresa, a vaga, equipe, etc, e quem estiver entrevistando não tiver entrado no assunto ainda, vale a pena perguntar se pode ser informado o salário e benefícios para a vaga.

Quando o entrevistado pergunta logo de início sobre o salário e benefícios, da a impressão de que o foco dele é apenas no dinheiro.

Ok, todos nós desejamos ter dinheiro para pagar as nossas contas e realizar nossos sonhos, mas profissionais que desejam realizar um trabalho que traga um impacto positivo para as empresas, em geral buscam um conjunto de fatores numa vaga que vai além da remuneração. Demonstrar que você também é esse tipo de profissional te trará mais pontos no processo seletivo.

Chegou o momento de você responder a “temida” pergunta e a maneira de respondê-la vai depender do seu objetivo. Se você tiver que enviar sua pretensão por escrito, junto com o seu currículo, pense bastante no valor que irá informar, pois será mais difícil negociá-lo posteriormente. Utilize as expressões que demonstrem flexibilidade no valor, conforme explicado mais adiante.

Veja algumas possibilidades abaixo:

Você já está ganhando uma remuneração equivalente a média de mercado (ou próximo) e só aceitaria mudar de emprego para receber um valor maior – Neste caso, o ideal é que sua pretensão salarial seja equivalente ao seu salário atual com um acréscimo de 20%. O mercado entende que os profissionais pedem aproximadamente 20% a mais para compensar o risco de trocar de emprego.

Você está desempregado(a) e é flexível com o valor a receber em comparação com o salário anterior – Neste tipo de situação o ideal é você informar o salário anterior e dizer que a sua pretensão é negociável baseada neste valor. Porém, é importante que você tenha clareza sobre qual seria o valor mínimo que estaria disposto a aceitar. Aceitar qualquer valor de salário para não ficar desempregado e perceber em pouco tempo que ele não é suficiente para cobrir suas despesas, além de ser uma situação desagradável, também não é benéfico para sua carreira fazer uma mudança de emprego em tão pouco tempo.

Você está trabalhando, mas deseja concorrer a uma vaga numa área diferente – Este caso é, de certa forma, um “mix” das duas situações anteriores. Você já tem uma remuneração e provavelmente gostaria de mantê-la, mas ao optar por mudar de área, você deve se lembrar que estará concorrendo com pessoas que terão maior experiência que você na área em questão.
O que fazer, então?
Diante deste tipo de situação o recomendado é você ser flexível com a sua proposta. Se a média de salário na nova área for equivalente ao seu salário atual, você precisará demonstrar para o entrevistador que está disposto a ganhar menos, se for necessário, para ter a oportunidade de iniciar numa nova área. Assim como na situação anterior, é importante que você tenha clareza sobre o qual o valor mínimo aceitável.

Para que a conversa abra espaço para uma negociação de fato, é importante que você não informe o valor desejado de forma taxativa, ou seja, use expressões que demonstrem uma certa flexibilidade no valor como: “Aproximadamente”, “em torno de”, “na faixa de” e etc.

Para saber a média salarial de profissionais no mesmo cargo que você e com a mesma experiência, busque tabelas salariais elaboradas por empresas sérias. Algumas delas divulgam anualmente pesquisa salarial de diversos cargos e comparando-os com empresas de diferentes portes (pequenas, médias e grandes).

Veja algumas dessas pesquisas abaixo:

– Robert Half
– Catho
– Curriculum

Espero que agora você se sinta mais preparado e seguro para responder sobre sua pretensão salarial.

As 3 situações que listei acima são as que mais recebo pedido de orientação. Se você ainda ficou com alguma dúvida ou tem uma situação diferente, na qual as orientações anteriores não se encaixariam, coloque nos comentários que terei o maior prazer em te ajudar. 😉

Crédito da Imagem: Pixabay


4 Comments

ki

17/06/2016 at 9:51 am

Muito relevante e necessário. Parabéns!

    Thaís Canto

    17/06/2016 at 12:21 pm

    Muito obrigada! Comentários assim me motivam a continuar compartilhando conteúdo. 😉

Paulo

19/07/2016 at 11:24 pm

Bom artigo!

    Thaís Canto

    20/07/2016 at 7:03 pm

    Muito obrigada! Comentários assim me motivam a continuar compartilhando conteúdo.

Leave a Reply

Cadastre-se e receba dicas sobre carreira

Procure aqui